MENOPAUSA: Aspectos Psicológicos

Joel Rennó Jr. é médico psiquiatra. Coordena o Pró-Mulher, um programa de atenção à saúde psicológica da mulher desenvolvido no Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade São Paulo

A menopausa é uma fase crítica na vida da mulher, uma fase psicológica delicada em que alterações nítidas de comportamento podem ocorrer. Mulheres que já passaram por essa experiência e as pessoas que conviveram com elas são unânimes em reconhecer determinados sintomas, entre eles, a depressão e a labilidade emocional. Mesmo aquelas que manifestam pequenas alterações comportamentais, queixam-se da mudança aparentemente sem causa do humor ou da vontade de chorar que inexplicavelmente as invade de uma hora para outra.
É um fase perigosa que exige atenção porque, em alguns casos, transtornos psiquiátricos sérios podem acometer algumas mulheres. Todavia, muito do que se fala a respeito desse tema não passa de mitos criados pelo ideário popular. Desde que convenientemente assistida, a mulher menopausada pode gozar de excelente qualidade de vida.

Leia mais

PROLIVE – Equilíbrio da flora vaginal

Os órgãos urogenitais das mulheres se comunicam com meio externo ao organismo, através da vagina uretra. Para evitar infecções e outras doenças, o organismo precisa de um sistema de defesa bastante eficaz.

Para isso, as células da vaginal ajudam nessa proteção através do sistema imune inato e adquirido, além da produção de muco que cobre a superfície interna da vagina e colo uterino, servindo de armadilha para agentes infecciosos.

Leia mais

A importância das vitaminas para gerar um embrião normal

Foi descrito no AM. J. Clinical Nutrition 70: 429-430 e 495-501, 1999, que ácido fólico normaliza metilação do DNA durante a divisão celular mesmo nos casos de mutação da enzima redutase do metilenotetrahidrofolato. Um trabalho científico posterior, realizado por nós, preconiza uma incidência maior de aberrações cromossômicas em filhos de mulheres com mutações dessa enzima, sendo que, a ingestão de ácido fólico é muito promissora para que diminua o aparecimento de fetos com aberrações cromossômicas (Pinto Jr., W e outros Prenatal Diagnosis, 2005).

Leia mais